O Feminismo Que Te Acompanha





Hoje o assunto é bem sério. E também é necessário. Feminismo: Por que ele é tão importante para as mulheres e para a sociedade, quais são as faces do feminismo. E quando eu me descobri, feminista eu conto para vocês em outro texto.

Feminismo
 sf.  preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade.

O feminismo é conquista. É luta. É história.
Mas, vamos por partes.

O movimento feminista surgiu em 1890, começando por países da Europa até chegar aos Estados Unidos. Mas isso a gente já sabe. O que eu venho discutir o por que ser feminista.

1 - Equidade de gênero 

O feminismo levanta a bandeira de equidade de gênero, apesar de muitos interpretarem bem errado. Não queremos homens contra mulheres. O movimento é equidade, de igual para igual, sem julgamentos por usar roupas curtas, sem julgamentos ou preconceitos no local de trabalho ou pela escolha de profissão.
Eu decidi que queria me alistar. E eu contei para todos da família, afinal eles perguntaram do meu futuro além da faculdade de jornalismo. E eles riram muito.
É difícil ver uma militar, até por que sempre foram considerados guerreiros, os homens. Analisando bem a história, os homens sempre foram venerados na guerra com exito. Uma das únicas guerras que a mulher teve papel como soldado foi na Guerra do Paraguai em 1864.



Na França, uma mulher se infiltrou no batalhão durante a Guerra dos Cem Anos, de prontidão ela cortou os cabelos para tentar se parecer como um homem, foi descoberta e levada a igreja para julgamento. Para se defender, ela alegou ouvir vozes divinas desde os 13 anos, durante seu interrogatório. Eles a estupraram, em defesa foi para ´´comprovar se era virgem´´. Logo depois de ter vencido grandes batalhas, a França a traiu, jogando-a contra a Inglaterra, onde foi queimada viva.  Seu nome, Joana dÁrc. Hoje ela é a santa padroeira da França, a mesma França que a jogou na fogueira. Uma enorme hipocrisia.


 A questão de igualdade salarial, principalmente em empresas. Até os tempos atuais, as mulheres ganham menos realizando a mesma função do cargo do que os homens. O caso mais absurdo entre tantos casos, foi no dia 8 de março, dia em que mulheres protestaram na frente de uma fabrica por salários melhores, pois elas trabalhavam 16 horas enquanto os homens trabalhavam oito horas diárias. Ou seja elas ganhavam 1/4 do que os homens ganhavam. A resposta foi incendiar a fabrica, com as mulheres dentro. 



O direito ao voto, no Brasil foi conquistado o direito do voto feminino em 24 de fevereiro, de 1932. Durante o governo de Getúlio Vargas, mas não foi tão simples, pois apenas mulheres casadas poderiam votar, depois de muita luta o direito foi estendido para as mulheres estudantes.
Na Inglaterra em 1897, as sufragistas, foram mulheres que incendiaram urnas, queimaram sutiãs, em busca do direito ao voto.


2 - Liberdade Sexual, LGBT´S e a pornografia. 

A liberdade sexual da mulher sempre foi muito reprimida. Não só pelos homens em si, mas também pela igreja e a sociedade em geral. O que mais me incomoda é que, quando mulheres vão protestar seminuas o povo diz que é ´´coisa de puta´´ mas cacete, percebam que o fato de exibir os seios é um ato de protesto a essa repressão, mas né se elas não estão expostas em uma revista nuas na banca da esquina ou em um filme porno péssimo, aí é inaceitável.




O movimento LGBT é um movimento muito forte, mas em especial as meninas lésbicas e bissexuais não tem tanta visibilidade no movimento, mas por que?

Se você pesquisa a palavra ´´gay´´ no google aparece, os seguintes resultados


Basicamente, resume a notícias.

Agora, de um google em lésbicas.


Porno.

O foco não é bem a pornografia, mas as lésbicas em si, são sexualizadas, elas nunca aparecerão como casais, porque na hora do pornozão lésbico, ninguém é homofóbico não é?
As meninas bissexuais (como no meu caso) são muito ridicularizadas, pois somos ´´fáceis´´ somos ´´atrevidas demais para ficar só com homens ou só com mulheres´´
Essa ridicularização e o fetiche nas mulheres lésbicas resulta na dificuldade de tratar com respeito. Mas, ah, isso se você e sua namorada forem BONITAS no PADRÃO SOCIAL, por que se não, são ´´lésbicas nojentas´´. Percebam a ironia na escrita.



Outro ponto super importante, saúde.
Vocês se focam tanto na AIDS e esquecem que existem outros problemas de saúde.
Em nenhum hospital seja público ou particular, tem cartazes escritos sobre as doenças e prevenções para as minas lésbicas. E muitas delas não sabem, mas é importante usar a camisinha.
Tricomoníase, candidíase, viginose bacteriana são exemplos dessas doenças.




A questão de pornografia. Pornografia é arte, do ponto de vista de algumas pessoas. Outras acham que é unicamente para satisfazer desejos sexuais. O que é errado.
Como eu falei anteriormente, lésbicas em filmes porno são fetichizadas. Mas, as mulheres em geral no porno são maltratadas e humilhadas. O que pode ser feito, são filmes preservando a dignidade da mulher.
Não só no porno, mas na industria cinematográfica em geral.


 Essa é a cena onde Marlon Brando estuprou a colega de elenco,a atriz Maria Schneider, no filme O último Tango em Paris. Essa cena não foi consensual, o diretor do filme e Marlon decidiram realizar sem constatar a atriz. Ela morreu de câncer e nunca superou o trauma do estupro. Na epóca, Marlon tinha 48 anos e Maria, 19.

3 - Feminismo Negro e Gordofobia

Mulheres brancas sempre quiseram o direito de trabalhar fora. Aí começou a aflorar o feminismo, onde elas conseguiram espaço para estudar e trabalhar após muita luta.
E onde estavam as mulheres negras?
A mulher negra sempre trabalhou. Como escrava, como domestica, babas e amas de leite. E mulheres negras tinham salários muito, mas muito baixos. E se ela fosse casada, o dinheiro seria destinado ao seu marido, não a ela.
A mulher branca, empoderada conseguiu o direito do trabalho e do estudo.
Enquanto mulheres negras lutavam para serem reconhecidas como pessoas.
Não é só feminismo que elas lutam. Mas contra o racismo em geral.


Pouco a pouco, mulheres negras foram se adentrando na sociedade. Desde publicidade até o próprio movimento feminista, onde passaram a ter mais visibilidade e serem reconhecidas.
Seja na forma de se vestir, os cabelos crespos e cacheados e também as marcas de cosméticos deram o primeiro passo para essa visibilidade.
Mas, é preciso avançar mais.



Gordofobia é o preconceito voltado para pessoas gordas. Onde pessoas gordas não podem trabalhar em alguns locais por não possuir ´´ o peso adequado´´  Onde até pouquíssimo tempo atrás mulheres gordas não desfilaram em passarelas. Por toda essa pressão de corpo e padrão que colocam na sociedade, deixando-os doente.
Onde gordos ganham papéis na televisão apenas como engraçados ou menosprezados pelos personagens principais. E também é motivo de piadas e humilhações por amigos e familiares.
Deixa eu dar uma ponta aqui: você é linda. A sua beleza é unica, não deixe a sociedade tirar isso de você.
É necessário a inclusão social de todos os tipos de pessoas.
Mas sabe, é muito engraçado, somos tratados como minoria, seja gorda, baixa, negra, branca, etc.
Sendo que as mulheres corresponde 54% da população brasileira, ou seja mais do que homens.
É triste que existam mulheres que compartilhem do mesmo pensamento péssimo de alguns homens,
mas o movimento não vai parar.

Foto: essa é Alexandra Gurgel, a youtuber que mudou o pensamento sobre gordofobia, vale muito a pena conhecer :)


4 - Estupro, assédio, aborto e relacionamento abusivo.

Estupro é um crime que ainda é financiável no Brasil. O que é inaceitável, pois se o acusado foi réu primário e possuir verba, pode sair impune. E quando o caso de estupro que não é uma coisa normal já é tratado pela sociedade como uma coisa comum.
Onde você ´´pediu para ser estuprada´´
Onde foi ´´sua roupa curta o motivo´´
Onde você ´´estava sozinha, sem um homem, foi por isso.´´
Onde você ´´não se da o respeito,não é uma mulher de família.´´
Onde você ´´não pode abortar, mas o cara pode sumir´´
Onde você ´´vai terminar sozinha, por se eu te deixar, você não consegue nada sozinha´´

Esse feminicidio é crescente em todas as partes do mundo. Desde as garotas que moram no Iraque, que são vendidas para casamentos arranjados tendo elas 6, 7 anos, até no Brasil, onde somos o quarto país com o maior número de menores de idade casadas. No nordeste brasileiro, garotas são vendidas para que possam sustentar a família.

Aqui eu deixarei, três poemas, explicando esse topico, para vocês refletirem.

"Joana, com 17
namorando a mais de um mês
já pagou até boquete
mas sexo ela não fez
"não quero putaria"
falava o papai
mas o namoradinho ria
haha
"não quero nem saber
você vai fazer, se me ama
só quero saber de papai
com mamãe
na minha cama"
no outro dia
o pai tava por baixo
a Joana também! por baixo do namorado!
ela sendo despida
ele pelado
e apesar de tudo que diziam
ela sabia que não era um pecado
"coloca a camisinha"
"sem é mais gostoso,
é só reza pra deus:
ele benze o meu gozo"
Joana não queria, mas acabaram fazendo
fizeram na fé
"Deus, eu fico te devendo"
mas Deus não perdoou...
a pílula falhou!
chazinho não funcionou!
Joana enjoou!
será que engravidou???
(será, amor? amor?)
namorado fugiu
puta que me pariu!
"o que eu vou fazer?
pra quem eu vou contar?
não quero esse filho, eu vou é me matar!
não... vou falar pra Maria, do salão
ela vai entender a minha situação"
Joana contou todos os lances
"não conta pra ninguém"
"não conta pra ninguém"
"não conta pra ninguém"
"não conta pra ninguém"
"não conta pra ninguém!"
Joana...
todo mundo já sabe do teu neném!
"vagabunda, engravidou na adolescência!
na hora tava bom?
vadia sem consciência!
olha lá? ela falou em abortar!
abortar?
será que ela pensou em se matar?
assume (assume!)
assume (assume!)
assume (assume!)
assume (assume!)
e lava esse teu perfume de vagabunda
esconde essa buceta
cobre a essa tua bunda!
cala essa boca e ANDA DE BURCA!"
Joana chorava,
não tem mais ninguém
tá pior que prostituta
sem família, e com neném
e agora? e agora?
papai vai me espancar
mas ah, tem jeito
...
mamãe me ensinou a tricotar.
sangue e choro... no chão do banheiro
morreu mais uma vagabunda
aos olhos do Brasil inteiro
aborto sem sucesso
país sem progresso
...
me trás mais um chá de canela
que a próxima vai ser a Gabriela."
por: Vini Giordani




Esconde esse absorvente
Essas espinhas
Arranca esses pelos
Da um jeito nesse seu cabelo duro
Mal cuidada
Porca

Feche esse sorriso
Sua mãe não te ensinou
Sobre o perigo de andar sorrindo na rua?
Abaixa essa cabeça
Para de encarar
Você esta chamando atenção
Assim vão achar que você esta dando mole

Delicia
Gostosa
Oh la em casa
Fecha essa boca e não reclama
Saiu de casa de saia curta
Camisa decotada
Maquiagem
Sem um homem
Tem que aguentar

Como assim não sabe cozinhar?
Você é mulher
Tem que cuidar do lar
Como assim não quer engravidar?
Você é mulher
Tem que engravidar

Faculdade? Viagem?
Mas você é mãe
Tem que cuidar
Abriu as pernas, agora não adianta
Largar na creche
Irresponsável

Mãe solteira?
O pai foi embora?
Não sabe quem é o pai?
Transou sem camisinha
Vai ter que aguentar
Vadia

Esse roxo ai
Tenho certeza que apanhou
Que teu marido te bateu
Mas você mereceu
Provocou ele
Você sabe que não pode se levantar
Mulher tem que ser submissa
O homem é que comanda o lar

Ah, mas que criança linda
É uma menina?
Toma aqui esse vestidinho rosa
Essa coberta de florzinhas
Pinta o quarto de rosa
Um rosa bem bonito
Porquê mulher é monocromática durante a infância

Ih, chegou a menarca
Essa vai dar trabalho
Ensina pra ela a se valorizar
Mulher tem que se dar ao respeito
Fala pra ela não deixar ninguém ver esse absorvente
Esse sangue sujo

Vai ter que começar a usar sutiã
Os mamilos estão aparecendo pela camisa
Que coisa horrível
Adolescente descuidada
A mãe dessa ai não ensinou nada

Foi estuprada?
Morreu no processo?
Devia estar pedindo
Sem sutiã, andava sozinha
Aquele batom vermelho
Aquela bunda enorme
Não sabe que menina tem que ficar em casa?
Deu sorte pro azar

Não foi educada
A mãe era solteira
O pai estava é certo de ir embora
Se ela era assim com a filha, imagine com o marido

Não foi respeitada
Opressão?
Imagine

Olha lá a mãe dela
Na beira do caixão
Olhando pro rosto da filha
Sem cor, sem vida
Um futuro morto antes mesmo do nascimento
Filha de mãe solteira
Sem pai, sem respeito

Morreu tão jovem
Aos 17
Uma menina tão linda
Maldita sociedade
Espero que a mãe dela aprenda a lição
E não tenha mais filhos

Suicídio?
Mas ela poderia ter começado uma vida nova
Agora que tinha perdido a filha
Poderia terminar a faculdade
Arrumar um emprego
Mas era uma fraca
Era mulher
O destino, a vida, as possibilidades
As pessoas
Cavaram a cova e jogaram ela lá dentro

Vitimismo? Preconceito?
Abuso? Agressão?
Cala essa boca e vai lavar uma louça
Você tem uma delegacia só sua
Tem seus direitos
Não luta na vida
(Mas luta na rua)
Não morre na guerra
(Mas morre em casa)

- Cintia Duarte Montilla





você pode ficar sem ele
de início
até pode pensar que não
mas você pode
porque ele é só uma pessoa
é só mais um cara que te decepcionou
e não há nada novo sob o sol
sim
ele pode ser o
grande.amor.da.sua.vida
mas esse título não o dá o direito de te quebrar quando tiver vontade
porque você é mais do que isso
você é forte
é inteligente
e é dura na queda
não vai ser alguém que não soube valorizar o seu amor que vai tirar isso de você
e eu sei que agora você não consegue enxergar com nitidez o que eu digo
porque o amor nos cega
mas um dia
quando você perceber que a única pessoa que está do seu lado
suportando toda a dor contigo
é você mesma
você vai ver que na vida
todo mundo vem e vai
e a gente não deve valorizar aqueles que inflam o nosso ego com declarações baratas que vem nos papéis de chocolate
ou os que nos dão flores
a gente precisa valorizar
quem fica
(inclusive nós mesmas).
Texto: Beatriz - Exagerando




O tema, foi preciso. Eu quero que vocês levem a vida de uma forma diferente, vejam o feminismo de um outro jeito.

Um beijo, Nicolly Rochavetz


coração


sociais,facebook,fb social instagram,social sociais,tumblr sociais,youtube

Postagens mais visitadas